Agradecimento ao apoio dado às obras de arranjo da Capela de S. Roque

Reproduzimos carta de agradecimento da Paróquia de Santa Maria de Campanhã a esta junta de Freguesia redigida pelo pároco Fernando Milheiro.

Ex.mo Senhor ERNESTO SANTOS - Presidente da Junta de Freguesia de Campanhã

Os melhores cumprimentos do Pároco e da Paróquia de Santa Maria de Campanhã, agora também pelo facto de continuar a ser o Presidente da Junta de Freguesia, num reconhecimento público da honestidade do trabalho realizado e de confiança na grande missão que tem para cumprir em favor de Campanhã.
Venho agradecer o apoio dado às obras de arranjo da Capela de S. Roque. Trata-se de um monumento do séc. XVIII (1737), construído em local elevado para serviço do povo que ali acorria pedindo socorro para as suas doenças, em grande parte motivadas pelas insalubres lameiras, aonde vinham parar muitos esgotos.
Quem percorria a estrada de S. Roque da Lameira, para entrar e sair da cidade, tinha ali um lugar com a protecção da Senhora da Ajuda, de Santo António e de S. Roque, advogado das pestes. O povo ali continua a vir também pela centralidade da capela, situada na área mais povoada de Campanhã. A Paróquia procura zelar bem esse espaço, com o esmerado serviço do sr. José Pereira, e assim quem ali chega gosta do acolhimento que este pequeno oásis proporciona.
Em 2010 restauramos os altares e o telhado em 2013, mas continuava o problema de infiltração de água nas velhas paredes. Parecia obra de pouca monta, mas, retiradas as massas que estavam a cair, foi preciso ir mais além. Gastámos 3.150€, dados por quem vai à capela, mas a obra feita foi bem maior. Valeu-nos o apoio da Junta em pessoal e materiais oferecidos. É o que já agradecemos na capela, mas queremos fazê-lo também desta forma: Muito obrigado.
Dá gosto trabalhar numa freguesia em que a Junta tem a sensibilidade de ajudar a dar qualidade e bom ambiente aos lugares onde se reúnem as pessoas, como a capela: ali vão, todos os dias, dezenas de pessoas lembrar os seus mortos e pedir pelos vivos. Sempre insistimos que a Fé deve ajudar as pessoas a abrirem o coração para servirem sempre melhor o bem da sociedade. E é nosso dever colaborar com aqueles que, na sociedade civil, se empenham no esforço de um sempre melhor bem comum.
Acredite que rezamos por si e pela sua equipa de trabalho. Muito desejo que a saúde lhe permita amar e dedicar-se ao povo de Campanhã como tem acontecido, para bem desta freguesia do nascente do Porto e da sua gente.
 

O Pároco de Campanhã
Fernando de Lima Milheiro Leite, pároco de Azevedo, Calvário e Campanhã

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Newsletter

JF Campanhã